5 perguntas que você deve fazer antes de casar

Dica da Semana | 24.03.2017

aceitar-pedido-casamento-questoes-3Site VIX

Olá noivinhos,

Eu, Patty amo ler matérias que apontam questões que eu considero relevantes para um relacionamento dar certo. E vocês não fazem a ideia do quanto fico feliz quando as respostas se encaixam. Rs Mas hoje, eu vim escrever um post diferente, gostaria de compartilhar com vocês uma matéria que achei muito interessante da VIX, onde diz que “Você só deve se casar se já tiver dito SIM para todas as 5 perguntas”, que irei citar já já.

Mesmo não sendo noiva – ainda – eu levo casamento muito a sério e imagino que vocês também. Mas na minha visão, casamento não é como um simples pedido de namoro, onde você termina a relação e pronto. Infelizmente hoje em dia as pessoas estão se casando sem mesmo conhecer bastante o parceiro, acham incrível planejar o casamento, porém não possuem a maturidade e conhecimento de que a palavra casamento vai muito mais além de festa. Envolve parceria, respeito, integridade, lealdade. E mesmo que haja amor, é preciso levar em consideração às 5 perguntas feitas pela VIX abaixo. Vamos conferir?

P.S: A matéria abaixo foi retirada da VIX, para acessar o conteúdo completo clique aqui.

Conheço meu companheiro há tempo suficiente?

Tempo, convivência e sensibilidade são essenciais para conhecer bem uma pessoa. A coach de relacionamento Margareth Signorelli sugere que o casal tenha pelo menos 1 ano e meio de relacionamento antes de se casar. Embora haja histórias de casais que se uniram em menos de seis meses e são felizes há anos, ela ressalta que são exceções. “Há pessoas que conseguem esconder quem são e só após um longo período sua identidade transparece”, alerta.

As discussões entre o casal são pacíficas e construtivas?

Discussões existem em qualquer relação, o que faz diferença é a forma como cada casal age na hora de resolvê-las. O ideal é que os dois tenham uma abertura e saibam lidar de forma construtiva com os conflitos, sem que um queira ter sempre razão e acusar o outro, o que mina a energia. Ajuda profissional pode ser uma alternativa nos casos em que tudo se transforma em uma batalha.

Os dois aceitam um ao outro como realmente são?

“Case-se sabendo que seu parceiro não vai mudar. As pessoas evoluem, mas a essência não muda”: esse é o conselho da coach, que explica que quando um dos dois espera que o outro mude, é possível que haja frustração. Ninguém vai se tornar outra pessoa, o melhor é os dois estarem cientes disso e não cobrarem mudanças, mas sim se aceitarem como são.

Você tem expectativas reais sobre o casamento?

Nada de idealizar um romance de cinema ou uma história de contos de fadas, tampouco achar que tudo será uma tragédia porque vivenciou ou acompanhou relações desequilibradas. Há muitos modelos de casais reais que são felizes, e se espelhar neles ajuda a ter as expectativas certas sobre o casamento.

Você já fez todas as perguntas importantes?

Não basta pensar no tempo de relação, na aceitação do outro e nas expectativas. É preciso questionar sobre outras áreas que passarão a fazer parte da vida de casados e cujas respostas poderão fazer muita diferença na sua felicidade. Alguns exemplos: ter ou não ter filhos, como criá-los, que religião seguir, como dividir as finanças em comum, quais os sonhos individuais de cada um e os sonhos do casal, etc. “Se houver diferenças significantes em qualquer um desses tópicos, é melhor conversar antes e entrar em um consenso. Essas questões não desaparecem com o tempo e podem levar a um problema maior e até ao divórcio”, finaliza.

E você, disse sim para as 5 perguntas? Se não, sempre há tempo de conversar com seu parceiro e alinhar todos os pontos. Até porque quando casamos, queremos casar para a vida inteira. <3

Esperam que tenham gostado.

Beijos,
Patty